quarta-feira, 6 de junho de 2012

Continuando a leitura sobre este vício da internet via blogosfera e redes sociais:


- O anónimo infeliz é um ser preocupado e altruísta. Preocupa-se com o dinheiro que os outros gastam (revela uma curiosidade obsessiva com o valor dos salários alheios), com as viagens que os outros fazem, com os sapatos que os outros compram, com o sucesso que os outros têm, com os filmes que os outros vêem, com a casa onde os outros moram, com o carro que os outros conduzem, com os quilos que os outros têm, com tudo e mais alguma coisa. Infelizmente, só não se preocupa com a sua vidinha;
Sair do Facebook hoje é também uma atitude meio alternativa, hippie. Tipo: “olha, não uso mais gravata”. “Abandonei meu emprego careta”. E quando conheço alguém que não tem Facebook olho para essa pessoa como se ela fosse alguém mais iluminado do que eu.





Nenhum comentário: